logo site

Taboão da Serra

Unidades Básicas de Saúde de Taboão são desinfectadas

A Prefeitura de Taboão da Serra tem realizado inúmeras ações para combater a propagação do coronavírus. Uma delas é a desinfecção nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), Pronto Socorro Infantil, Centro de Especialidades Médicas Dra. Maria José de Albuquerque, CRAS Monte Alegre, Clínica DST, entre outros equipamentos do município. 
 
A iniciativa é da Secretaria Municipal de Manutenção e, além das unidades de saúde, tem sido feita em ruas, pontos de ônibus, cemitério, postes e áreas próximas de unidades de saúde e hospitais. Durante a ação, as equipes realizam a higienização na área interna das unidades com álcool, de forma periódica. 
 
Na parte externa, está sendo utilizado caminhão-pipa e pulverizadores com uma solução a base de água, hipoclorito de sódio e sabão (produto recomendado por cientistas da área da saúde, que comprovadamente inativa os vírus em até um minuto após a aplicação), em um trabalho realizado diariamente em todas unidades. 
 
“Trata-se de um trabalho muito importante que temos reforçado desde o início da pandemia para garantir maior segurança para os funcionários que atuam diariamente nas UBSs, bem como aos usuários que vão até os locais para marcar consultas e fazer exames”, ressaltou o coordenador responsável pela iniciativa, Carlos Damasceno.  
 
A Prefeitura tem tomado também outras iniciativas nesse período de pandemia, como a implantação de um Hospital de Campanha que funciona desde o início de abril, entrega de cestas básicas, suspensão das aulas nas escolas municipais desde o dia 23/3, colocação de carros de som nas ruas alertando a população, criação de uma rede de contatos por WhatsApp nas Unidades Básicas de Saúde e um 0800 7758500 para pré-consulta virtual, entre outros.
 
Texto Charles Eliseu / PMTS e foto divulgação 

Vereadores de Taboão aprovam LDO e sessões legislativas presenciais serão retomadas em agosto

Na última terça-feira, dia 30/06, os vereadores de Taboão da Serra aprovaram em duas votações, na 17ª sessão ordinária e 9ª sessão extraordinária, o Projeto de Lei 015/2020, que dispõe sobre a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que serve como diretriz para a elaboração do orçamento municipal de 2021, com uma emenda do colegiado de vereadores. 

 
A emenda 01 do Projeto de Lei 015/2020, altera o artigo 27, com nova redação de que “na execução das despesas liberadas na forma deste artigo, o ordenador de despesas deverá considerar os valores constantes da Lei Orçamentária de 2020 para fins de cumprimento do dispositivo no art. 16 da Lei Federal nº 101/2000. 
 
De acordo com o presidente da Câmara Municipal, vereador Marcos Paulo, caso o orçamento não seja aprovado até o final do ano vigente, o próximo gestor poderá usar 1/12 (um doze avos) do orçamento do exercício anterior. 
 
Após a votação, a Câmara Municipal entrou em recesso, por isso em julho as sessões legislativas não acontecem, porém foram adotadas medidas de segurança contra a Covid-19 para retomada do atendimento ao público, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.  
 
Para garantir segurança no atendimento, os munícipes passaram por aferição de temperatura na entrada, é obrigatório o uso de máscaras de proteção e para evitar aglomerações, será permitido a presença nos gabinetes dos vereadores de 02 (dois) munícipes por vez, devidamente identificados com um crachá, que será entregue na recepção. Todo o prédio está equipado com totens de álcool em gel.
 
 
“Para evitar a aglomeração, vamos retomar em agosto as sessões presenciais com a delimitação de 50 pessoas nas galerias. Os assentos estão sinalizados pra garantir o distanciamento de 1,5 metros por pessoa. Todo o prédio está sinalizado e com a disponibilização de álcool em gel para garantir a segurança dos nossos servidores e de toda a população que poderá contar com o atendimento da Câmara Municipal com segurança, pois estamos juntos na luta contra a Covid-19”, garantiu o presidente. 
 
Texto Assessoria de Imprensa da Câmara / Foto: Leandro Barreira / CMTS

Comunidades de Taboão são beneficiadas com cestas básicas e kits de higiene

Pensando em minimizar os efeitos da crise do novo coronavírus, a Central Única das Favelas de Taboão da Serra (CUFATaboãoSP) firmou uma parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania que está beneficiando moradores de comunidades carentes de todo o município, como as do Morro do Sabão, Jardim Leme, Silvio Sampaio, Parque São Joaquim, Clementino, Jardim Iracema, São Judas, Vila Mafalda, Mituzi e Vila Iasi.
 

Em parceria com a Prefeitura, já foram distribuídas mais de 100 toneladas de alimentos com a entrega de cestas básicas, mais de 10 mil kits de limpeza, 1 mil máscaras de proteção facial laváveis, 10 mil unidades de álcool em gel, 15 mil unidades de álcool higienizador. Também foram entregues 300 kg de salsichas, 300 cremes para cicatriz Cicatricure e 300 cremes redutor de pelos. 
 
Em ações especiais, foram doados 282 botijões de gás em parceria com a Supergasbrás; 100 pares de sandálias Havaianas via Agência Solano Trindade e 460 frangos para mães da favela numa ação de Dia das Mães. Além disso, 74 mães foram cadastradas no PicPay para receber auxílio no valor de R$ 120,00 por dois meses. 
 
Como funciona
 
A CUFATaboãoSP arrecada cestas básicas, kits de higiene, entre outros produtos e a Secretaria de Assistência Social e Cidadania, por sua vez, fornece transporte e viabiliza a retirada e a entrega das doações. 
 
“A parceria não tinha hora melhor para vir, já que a pandemia gerou esse efeito dominó em todo o planeta terra. A gente entende que é um momento de dificuldade para todos. Ninguém sabe o que fazer ou como resolver” explica o coordenador geral da CUFATaboãoSP Marcos Rocha, mais conhecido como Nego Marcos. “A única certeza que a gente tem é que têm pessoas perdendo o emprego, pessoas com fome e entende que nenhum governo em si só tem condições de suprir tudo isso”, completa.
 
“Fica muito evidente neste momento de crise a importância do Terceiro Setor, como é o caso da CUFA, que tem mostrado para nós, Poder Público, o quanto é importante a parceria e sermos solidários. Em nome de toda a cidade e das pessoas que mais necessitam e que estão sendo beneficiadas agradeço a atuação da CUFA de Taboão da Serra. Continuem nesse propósito”, afirmou o prefeito Fernando Fernandes.
 
Já a secretária de Assistência Social e Cidadania, Arlete Silva, também agradeceu a CUFATaboão pela parceria. “Agradeço imensamente a CUFATaboão e ao prefeito Fernando Fernandes por sempre possibilitar o atendimento das famílias em situação de vulnerabilidade e, principalmente nesse momento que mais precisam”, disse Arlete Silva.
 
 
A pandemia do novo coronavírus gerou uma crise sem precedentes em todo o mundo: redução nas jornadas de trabalho e salários, desemprego e fome. Isso sem contar os aspectos relacionados à saúde. A situação fica ainda mais grave quando analisamos as finanças das famílias em situação de vulnerabilidade social.
 
Segundo pesquisa feita pelo Instituto Locomotiva/Data Favela, 80% dos moradores de favelas do país tiveram a renda familiar reduzida durante a pandemia. Dos 3.321 entrevistados, 45% afirmou contar com menos da metade da renda familiar normal e 35% informou que perdeu toda a renda. A pesquisa ocorreu entre os dias 19 e 22 de junho de 2020 e ouviu moradores de 239 favelas de todo o País.
 
CUFA
A Central Única das Favelas (CUFA) existe há 20 anos e está presente em 17 países, 22 estados brasileiros e em mais de 4 mil favelas só no estado de São Paulo. A CUFA é uma organização que promove atividades nas áreas da educação, lazer, esportes, cultura e cidadania e foi criada a partir da união entre jovens de várias favelas, principalmente negros, que buscavam espaços para expressarem suas atitudes, questionamentos ou simplesmente sua vontade de viver. 
 
CUFATaboãoSP
A CUFATaboão surge durante a pandemia do novo coronavírus, quando um leque de contatos de pessoas entendiam que esse grupo poderia ser um potencial “braço” da CUFA Brasil dentro do município.  
 
Atualmente, por conta da pandemia do novo coronavírus, a atuação da CUFATaboão tem sido amenizar ao máximo possível a fome, mas a equipe já pensa no pós pandemia. “Temos vários projetos pós pandemia, que é a retomada da economia, a geração de renda dentro da favela, o empreendedorismo. Essas são algumas pautas que já estão flutuando dentro da CUFA Brasil e a gente quer trazer isso dentro da cidade”, afirma Nego Marcos.
 
Além do coordenador geral Nego Marcos, a CUFATaboão conta com o apoio de Jairo Benedito, que cuida da logística; Ana Paula, que faz o atendimento emergencial; da advogada Dra. Flávia Brito, responsável pela parte jurídica, cadastro e triagem; Jessica Santos, responsável pela produção e montagem das cestas básicas; além da da assistente social Sueli Santos e Jaque Sousa da Comunicação. 
 
Para conhecer mais sobre o trabalho e atuação da CUFA e da CUFATaboão, acesse www.cufa.org.br ou siga a organização nas redes sociais.
 
Serviço:
 
 
Facebook CUFA Brasil - https://www.facebook.com/cufabr/
Instagram: @cufataboaosp
 
Texto Vera Sampaio e foto Ricardo Vaz / PMTS

Taboão contabiliza 666 curados, número quase cinco vezes maior ao de mortos por covid

As pessoas curadas do novo coronavírus na cidade de Taboão da Serra já são 666. Quase cinco vezes maior ao de mortos. Ao todo 382 pessoas estão em acompanhamento para alcançar a curada da doença.  

 
Os dados divulgados pela secretaria de Saúde nesta terça, 7 de julho, apontam que a cidade registrou até o momento 150 mortes em decorrência do novo coronavírus.  Há dois dias não foram registradas mortes.
 
Pessoas confirmadas com a doença são 1.198. Casos em andamento somam 214. A secretaria foi notificada de 2.718 casos. Descartados 1.306.
 
Imagem: INA FASSBENDER/AFP

Câmeras de videomonitoramento de Taboão auxiliam no combate aos despejos ilegais

Despejos ilegais de entulhos foram flagrados pelas câmeras de videomonitoramento nos bairros Jardins Maria Helena, São Judas e Beatriz na cidade de Taboão da Serra. 
 
As 40 câmeras de alta resolução que foram instaladas, há duas semanas, em locais estratégicos na cidade fazem parte do Centro de Operações e Inteligência de Taboão da Serra, o COI.
 
Além do descarte de entulhos, o COI auxilia a GCM no combate aos demais crimes e os agentes de trânsito e do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) a chegarem mais rapidamente aos locais de ocorrências. O monitoramento opera todos os dias, de forma ininterrupta.
 
COI
 
De acordo com a Prefeitura, para facilitar a identificação de criminosos, o COI é integrado com o sistema de boletins de ocorrência da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo. E as imagens das câmeras de videomonitoramento podem ser solicitadas apenas por ordem judicial. 
 
“Todo o conteúdo gerado ao COI é confidencial. O único propósito é contribuir com o atendimento de ocorrências e tornar o combate ao crime cada vez mais eficiente”, explicou o secretário de Segurança e Defesa Social de Taboão, Walter Paulo.
 
Com informações Victor Simões e foto Ricardo Vaz / PMTS
 
 

Patrulha Guardiã de Taboão completa dois anos com saldo positivo: 607 atendimentos à mulheres e 49 homens presos

A Patrulha Guardiã Maria da Penha da cidade de Taboão da Serra completa 2 anos de sua existência nesta sexta, três de julho. Dados oficiais apontam que neste período 607 vítimas de violência doméstica foram atendidas.
 
Ao todo 49 homens agressores foram presos. Nestes dois anos quase 10 mil visitas e rondas foram realizadas. 67 das vítimas foram encaminhadas para o serviço de apoio. 
 
O Click Regional apurou que as regiões com maior incidência de mulheres que sofrem violência doméstica são  Pirajuçara, Saporito e Vila Sônia. A idade das vítimas que mais sofrem este tipo de violência varia entre 30 a 47 anos, pardas.
 
Violência na quarentena
 
A coordenadora da Mulher, Sueli Amoedo afirmou que houve um aumento de casos de violência doméstica neste período de quarentena. "Houve um aumento de 22%, segundo o fórum de segurança pública. Na coordenadoria senti esse aumento nos atendimentos virtuais, muitas deixaram de vir por causa da pandemia e intensificamos os atendimentos por telefone e whatsapp", explicou.
 
Entre janeiro e abril deste ano a Coordenadoria da Mulher atendeu 160 novos casos de violência contra a mulher. Ao todo foram 1.116 atendimentos. 
 
Patrulha Guardiã 
 
A Patrulha Guardiã conta com duas equipes de guardas civis municipais e duas viaturas. 
 
De acordo com a corregedora da GCM, Dra. Sandra Fidelis, a patrulha é responsável por fiscalizar se as medidas protetivas estão sendo cumpridas. “O papel da GCM é justamente o de fiscalizar se os agressores estão respeitando a decisão judicial de permanecerem afastados das mulheres que foram vitimadas".
 
A ação, que foi criada partir de um projeto de lei de autoria do Executivo e aprovado pela Câmara Municipal, tem a coordenação da Secretaria Municipal de Segurança e Defesa Social, através da Guarda Civil Municipal, em conjunto com a Secretaria Municipal de Saúde, através da Coordenadoria de Defesa da Mulher.


© 2015-2020 Click Regional - Todos os direitos reservados. Site desenvolvido por OSN

logo site