logo site

Taboão da Serra

Início da vacinação contra a Covid-19 em Taboão é dia 25

A previsão do início da vacinação contra o coronavírus na cidade de Taboão da Serra é na segunda-feira, 25 de janeiro. Em breve o cronograma municipal de vacinação será divulgado.

Os profissionais que trabalham na área da saúde serão os primeiros a serem vacinados. Estão previstas a vacinação de 90 mil taboanenses dos grupos prioritários, como são duas aplicações, o município receberá do Governo do Estado 180 mil doses.

O uso emergencial das vacinas Coronavac e Oxford/Aztrazeneca foi aprovado pela Anvisa, no domingo, dia 17 de janeiro. 

De acordo com o secretário de Saúde, Dr. José Alberto Tarifa, a operação do plano logístico para aplicação das vacinas será iniciado  assim que as doses chegarem no município e ressalta que ainda não é o momento da população procurar o posto de saúde. 

“A prioridade é imunizar os nossos profissionais de saúde, que estão na linha de frente do combate ao Covid-19, por isso, fazemos o pedido para as pessoas aguardarem o cronograma, não é momento de ir até o posto de saúde, vamos obedecer o calendário e iniciar pelos grupos prioritários”.

Aplicação das vacinas

As vacinas serão aplicadas nas 13 Unidades Básicas de Saúde que terão os horários de atendimento ampliados até às 20h. Entre às 17h e 20h, serão realizadas apenas atividades relacionadas à vacinação dos grupos propostos e prioritários a cada período previsto no cronograma de vacinação.

Como estratégias adicionais a Prefeitura de Taboão poderá utilizar escolas próximas às UBSs; vacinações aos finais de semana; além da vacinação em locais de alta concentração de pessoas como empresas, condomínios, igrejas, entre outros. A ideia é facilitar o acesso e diminuir o deslocamento de pessoas.

Texto com informações Renata Gomes e foto Ricardo Vaz / divulgação 

Aprígio comemora aprovação das duas vacinas contra o coronavírus e fala sobre vacinação; conheça sobre elas

A Anvisa aprovou, na tarde deste domingo, dia 17 de janeiro, o uso emergencial das vacinas CoronaVac e AstraZeneca para proteger os brasileiros do coronavírus. Duas doses são necessárias para imunizar de maneira segura, afirmam estudos. 

 
Em Taboão da Serra existe um Plano Municipal de Vacinação aprovado pelo governo do Estado de São Paulo.  O prefeito Aprígio comemorou a aprovação das vacinas. 
 
"Taboão está preparado para esse momento. Nosso Plano Municipal de Imunização foi aprovado com louvor e nessa primeira fase de imunização a previsão é vacinar 90 mil taboanenses dos grupos prioritários", afirmou.
 
O secretário de Saúde, José Alberto Tarifa pediu apoio de todos os Taboanenses para evitar aglomerações durante a vacinação. "Com organização e respeito ao calendário vamos vencer essa guerra", comemorou. 
 
A médica epidemiologista e coordenadora dos teste da vacina AstraZeneca, Yin Weckx explicou ao G1 que a partir de uma dose, a vacina já começa a proteger e também começa a proteger acima de 70%.
 
"E com duas doses nós teríamos uma proteção mais prolongada. Outra coisa importante ressaltar é que nenhuma pessoa vacinada com a vacina contra a Covid foi internada ou teve doença grave. Esse é um dado importantíssimo. Ela protege muito contra formas graves e contra internações”. 
 
Em entrevista para a revista Exame, Dr. Daniel Bargieri, infectologista e professor do Departamento de Parasitologia no Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo, disse que é importante levar em conta o potencial do imunizante em reduzir os quadros graves que podem levar pacientes à morte. “Se impedimos que quase 80% dos infectados necessitem de auxílio hospitalar, isso já resolve bastante o problema”, disse.
 
Foto iStock

Nova comandante da GCM de Taboão anuncia ampliação para 24h da Patrulha Guardiã

Eliana Gonçalves Ribeiro é a primeira comandante mulher da Guarda Municipal de Taboão da Serra. O subcomandante é Nivaldo Francisco Menoci. De acordo com ela, a Patrulha Guardiã, que atende mulheres vítimas de violência doméstica, vai funcionar 24 horas e terá aumento no número de equipes. 

 
Eliana disse se sentir honrada e confiante com a missão. “É uma honra muito grande ter sido indicada por este governo que sentiu essa onda de empoderamento das mulheres, que hoje assumem cargos de destaque e resolveu me dar esta oportunidade, que para mim foi uma surpresa, mas uma grande alegria”, comentou.
 
A nova comandante faz parte do quadro da GCM há 25 anos, e além de estrear o comando feminino, Eliana também foi a primeira mulher a entrar na GCM de Taboão, em 1995. Hoje 30 dos 257 agentes são mulheres, um número ainda inferior se comparado aos homens. 
 
Eliana contou que foi treinada para ser rádio operadora, onde recebia ligações e as destinava às viaturas. "Trabalhei um tempo nesta função e depois fui para a rua. Em seguida fui para o administrativo, voltei para o patrulhamento, comissionada na delegacia, no 1º DP, onde atuei no cartório central, e no setor de investigação”, contou.  
 
A comandante relatou ainda os preconceitos que já sofreu por ser mulher. “Antes era muito mais forte, a gente não ia para a rua, lugar da mulher era atendendo telefone, mas hoje o nosso lugar é onde queremos estar. Agora as jovens vão olhar e falar ‘Poxa: é uma profissão legal e eu também posso estar lá’”.
 
Com intercâmbios na Polícia Nacional do Peru, do Chile, das Filipinas, ela pretende trazer um olhar mais sensível e aprofundado para as questões humanas. “Há tempos as GCMs mulheres sentem a necessidade de uma administração mais humanizada, participativa e sensibilizada com as questões das quais a corporação almeja”. 
 
Eliana contou que fará uma gestão diferenciada, com um olhar mais aprofundado para as questões humanas, dando mais voz às mulheres". 
 
O secretário adjunto de Segurança, Tenente Dacal comentou a nomeação da nova comandante da GCM. “Nós temos o prazer de ter a primeira comandante da guarda a Eliana, não só por ser mulher, mas pela qualidade intelectual e profissional que ela tem, para nós é uma honra ter a mulher a frente da Guarda Municipal. A mulher tem que ser valorizada de igual para igual e esta é a nossa meta”, afirmou.
 
Texto com informações e foto Ana Rodrigues / PMTS

Atividades remotas na educação de Taboão retornam dia 10 de fevereiro

O retorno das atividades remotas na rede municipal de ensino de Taboão da Serra acontece dia 10 de fevereiro. Não há previsão para a volta das aulas presenciais, informou a Prefeitura.  

 
As atividades remotas serão realizadas pelos alunos através de apostilas e do Aplicativo Google Sala de Aula. 
 
A data foi definida pelo Comitê de Enfrentamento à Covid-19, formado pelas Secretarias de Educação, Saúde, Governo, Fazenda e Comunicação.
 
Desde de março de 2020 os mais de 31 mil alunos da rede municipal estão sem aula presencial devido a pandemia do coronavírus. O método remoto de ensino começou a ser implantado e realizado em abril.
 
Foto divulgação diarioescola

Itapecerica prevê volta às aulas presenciais em março

A volta às aulas presenciais na cidade de Itapecerica da Serra está prevista para março de 2021, informou a secretaria de Educação. A cidade seguiu orientação do governo do Estado de São Paulo e retornou para a fase vermelha do Plano SP, que permite que fiquem abertos somente serviços essenciais e algumas exceções.

 
Em nota, a secretaria informou que para a decisão de retorno às aulas segue as Legislações Publicadas pelo [governo do Estado de São Paulo e Federal] e todos os Protocolos Sanitários.  
 
Kit escolar e uniformes 
 
A secretaria de Educação informou ainda, ao Click Regional, que já foram adquiridos  Kits Escolares completos para todos os alunos da rede municipal de ensino (Educação Infantil, Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos).  
 
Em relação ao uniforme "foi entregue no meio do ano de 2020 para os alunos; que não utilizaram devido à suspensão das aulas presenciais", afirmou em nota.  
 
"Neste ano haverá a entrega para quem não recebeu e para as matrículas suplementares realizadas neste ano", garantiu a secretaria.
 
Foto Agência Brasil

Obra da UBS Laguna é paralisada por irregularidades na execução, afirma Aprígio

O prefeito Aprígio em visita a UBS Laguna afirmou ter encontrado irregularidades na execução da obra, dentre elas pilar interrompido, concretagem, vigas faltando e canaletas que não foram colocadas, por exemplo.
 
"Encontramos sérios problemas estruturais e inúmeras irregularidades na obra que não segue o projeto aprovado. O secretário de obras, Valdemar Aprígio, tomará as providências necessárias junto aos engenheiros para que a obra seja executada de maneira correta e segura, evitando acidentes no futuro", postou em sua rede social.
 
De acordo com o prefeito o projeto que o engenheiro calculista Felipe fez era um projeto certo, bom e com cálculo correto, "só que o empreiteiro que acompanhou a obra, não exigiu muito e o empreiteiro fez do jeito que ele queria. E o jeito que ele fez está em desacordo com o projeto", frisou.
 
O engenheiro Felipe afirma que não foi seguido o projeto de execução. "Estamos em comum acordo que nos próximos dias vamos vir compatibilizar o projeto, elaborar um laudo, apontando as irregularidades, soluções para que o prefeito possa tomar as providências. Obra precisa ser paralisada", disse.
 
Aprígio pediu ao secretário que a fiscalização paralise a obra. "Quem vai decidir se vai poder continuar essa obra será o engenheiro calculista e o engenheiro civil, que fez o projeto, seguir as recomendações deles. Acho que eles não vão deixar que aconteça uma situação dessas, porque se cair um imóvel desse depois de habitado vai morrer muita gente aqui ", observou.
 
Foto reprodução 
 

© 2015-2020 Click Regional - Todos os direitos reservados. Site desenvolvido por OSN

logo site