Saúde

Lei que firma convênio com clínica para tratamento de hemodiálise é sacionada por Ney Santos 

Pacientes moradores de Embu das Artes que realizam tratamento dos rins vão poder fazê-lo na cidade, não mais se deslocar para outros municípios. 
 
O prefeito Ney Santos anunciou, na sexta, 5, que sancionou uma Lei que inclui no orçamento municipal a criação de um convênio com a clínica de hemodiálise particular de Embu das Artes.
 
"Este importante projeto atenderá milhares de pessoas, oferencendo um atendimento digno, justo e de qualidade. Estou sancionando esse projeto com muito orgulho", afirmou o mandatário. 
 
Ele agradeceu a câmara de vereadores, que votou favorável à Lei, na sessão da última quarta, dia 3 de fevereiro, em nome do presidente Renato Oliveira e demais vereadores, além do vice-prefeito Hugo Prado "por esta verdadeira união em torno deste importante projeto", disse Ney.
 
Hemodiálise 
 
A hemodiálise (HD) é a opção mais utilizada para os casos de insuficiência renal terminal e permite que o paciente possa manter-se vivo e ativo por vários anos. O tratamento é necessário quando os rins param de funcionar e visa substituir os rins naturais. 

Ocupação média para tratar a Covid-19 no HGIS é de 75%

A ocupação média na Terapia Intensiva para tratar pacientes com coronavírus é de 75% no Hospital Geral de Itapecerica da Serra, nesta quarta-feira, dia 4 de fevereiro.

De acordo com a secretaria de saúde do estado de São Paulo o hospital conta com 16 leitos de UTI e 10 de enfermaria.

O HGIS é referência em toda a região no atendimento de casos de coronavírus. 

"Vale destacar que as taxas de ocupação variam com a oscilação no decorrer do dia em virtude de fatores como altas, óbitos ou transferências para leitos de enfermaria ou UTI, por exemplo", detalha a nota.

Nesta quinta-feira, dia 4 de fevereiro, segundo a nota, a taxa de ocupação na Grande São Paulo era de 66,3% de UTI e 52% em enfermaria. "Portanto, a rede hospitalar segue com plenas condições de assistir casos graves do novo coronavírus".

A atualização pode ser conferida diariamente no site: https://www.saopaulo.sp.gov.br/coronavirus.

Embu inicia nova fase de vacinação contra a Covid-19 na segunda, 8

1.254 servidores da rede pública de saúde da cidade de Embu das Artes já foram vacinados contra o coronavírus com a primeira dose. A vacina foi aplicada no próprio local de trabalho do profissional para que não comprometesse o atendimento ao público.  

 
Na próxima semana, de 8 a 13 de fevereiro, será a vez da imunização de profissionais que atuam no serviço de saúde privado da cidade e dos idosos a partir de 90 anos.  Uma estrutura será montada no Parque do Lago Francisco Rizzo (rua Alberto Giosa, 390, Quinháu) para o atendimento dos profissionais e idosos. 
 
Os idosos também podem se vacinar na UBS Independência (Estrada de Constantinopla, 1.200), entre os dias 8 e 12/2, das 9 às 17h. Os idosos não precisam agendar.
 
É necessário levar um documento com foto, o cartão do SUS e um comprovante de residência. Idosos residentes em casas de repouso também já estão recebendo a dose. 
 
Profissionais de saúde serviço privado 
 
Para isso, a Prefeitura criou um hot site com todas as informações e para o cadastramento obrigatório do profissional. 
 
"A Prefeitura de Embu das Artes continua trabalhando incansavelmente para que todos os munícipes sejam vacinados o quanto antes contra o coronavírus. Para isso, mantém contato constante com autoridades estaduais e federais", informa a Prefeitura. 
 
Texto com informações Karin e foto divulgação Prefeitura Municipal de Embu das Artes 

PS central de Itapecerica sofre aumento de pacientes após mudanças no HGIS

O Pronto Socorro central de Itapecerica da Serra sofreu aumento no número de pacientes devido o Pronto Atendimento do Hospital Geral estar atendendo somente casos graves, desde a última segunda, dia 1° de fevereiro. Entretanto, a Autarquia municipal de Saúde garantiu ao Click Regional que "não chegou a haver super lotação e todos os pacientes foram e estão sendo atendidos". 

 
Para receber essa demanda, a Autarquia pontuou que "está reestruturando as Unidades Básicas de Saúde". Além de  "comprar insumos e medicamentos para abastecer as unidades e readequação do quadro de funcionários dos Prontos Socorros (central e jacira)", detalha a nota. 
 
A Autarquia não respondeu se há previsão de contratação de médicos, porém garantiu que para oferecer a devida assistência à população Itapecericana, está orientando a equipe de enfermagem do Pronto Socorro Municipal.
 
A orientação, segundo a Autarquia, está sendo realizada no momento da triagem, "para que o paciente seja devidamente esclarecido sobre a importância de procurar atendimento na UBS do bairro, quando se tratar de casos crônicos ou de baixa complexidade. Isso reduz a demanda no Pronto Socorro e garante um acompanhamento mais eficiente ao paciente", frisa a nota.
 

Ney Santos afirma que governo "não cumpriu com a palavra"ao fechar PS's dos Hospitais da região

O governo do estado de São Paulo não cumpriu com o compromisso com os prefeitos da região em manter por 90 dias o Pronto Socorro do Hospital Geral de Itapecerica da Serra e de Cotia abertos, afirma o prefeito de Embu das Artes, Ney Santos. Em repúdio à atitude, Ney desabafou em áudio enviado ao secretário estadual de desenvolvimento regional, Marco Vinholi. 

 
"Fomos aí, garantiram para nós que seguravam noventa dias, junto com o deputado Gilmaci Santos e sete prefeitos, no dia anterior a deputada Analice foi junto com o prefeito de Itapecerica, prometeram a mesma coisa para eles e acabam fazendo isso sem comunicar a gente? Que falta de respeito, de hombridade e palavra que estão tendo com a gente", afirma. 
 
Ney Santos frisa ainda "falta de caráter de vocês. Em nome do povo de Embu das Artes com 300 mil habitantes estou desabafando o que a população de repente gostaria de estar falando na cara de vocês. Fica aí meu repúdio e desabafo". 
 
 Ney Santos afirma que se depender dele, todos os prefeitos deveriam fazer algum tipo de repúdio ao governo do Estado. "Não dá mais para ficarmos de braços cruzados. Na semana passada estive aí com o Rogério Lins, Danilo representando três consórcios e tinha dado uma palavra para nós: que na sexta nos comunicaria referente a classificação da fase vermelha e você não nos comunicou. Fomos surpreendidos pela imprensa. Estou revoltadíssimo. Sei que você tem as suas limitações, mas a falta de respeito do Estado com os municípios tem sido muito grande".
 
No dia 22 de janeiro, dia em que Ney Santos e prefeitos da região estiveram no estado, a secretaria de saúde do estado informou, em relação ao Pronto Socorro do HGIS, que a medida quer priorizar o atendimento a casos graves e gravíssimos "neste hospital altamente capacitado e equipado", pontua a nota. 
 
De acordo com a nota, seria realmente a partir do dia 1º de fevereiro, que este processo se iniciaria de forma gradativa e ocorrerá no decorrer de 90 dias.  
 
"Nesse período, o hospital atenderá os pacientes, mesmo leves, já orientando as pessoas sobre a mudança de fluxos. Simultaneamente, a Saúde municipal organizará sua rede para incorporar essa demanda", finalizada a nota.
 

Pronto Atendimento do HGIS passa a atender somente casos graves

O Pronto Atendimento do Hospital Geral de Itapecerica da Serra está atendendo somente casos graves, esclareceu ao Click Regional, o prefeito da cidade, Francisco Nakano. 

 
"Está atendendo só casos graves com encaminhamento do Pronto Socorro central. Como deveria ser. Os casos leves ficam no PS municipal", afirmou. 
 
Os casos graves, que precisam ser atendidos com urgência serão transferidos em ambulância. "Está sendo feito uma triagem no PS central", explicou Nakano. 
 
A reportagem do Click Regional apurou que o município continua se adequando a mudança. Segundo a Prefeitura de Itapecerica da Serra o pronto socorro central conta com dez leitos de clínica médica para tratar pacientes com coronavírus e oito leitos de suporte ventilatório pulmonar. 
 
90 dias de adequação
No dia 22 de janeiro, em nota ao Click Regional, o governo estadual informou que a secretaria dode saúde do estado e a Prefeitura de Itapecerica da Serra definiram conjuntamente o processo de início de orientação da população sobre o redirecionamento para serviços da rede primária de saúde da demanda do Pronto Socorro do Hospital Geral localizado na cidade.
 
 
"A medida quer priorizar o atendimento a casos graves e gravíssimos neste hospital altamente capacitado e equipado", pontua a nota.   
 
De acordo com a nota, seria realmente a partir do dia 1º de fevereiro, que este processo se iniciaria de forma gradativa e ocorrerá no decorrer de 90 dias.  
 
"Nesse período, o hospital atenderá os pacientes, mesmo leves, já orientando as pessoas sobre a mudança de fluxos. Simultaneamente, a Saúde municipal organizará sua rede para incorporar essa demanda", finalizada a nota.
 
Foto divulgação Jornal de Itapecerica 

© 2015-2020 Click Regional - Todos os direitos reservados. Site desenvolvido por OSN

logo site