logo site

Taboão da Serra

Servidores da Saúde de Taboão recebem treinamento para vacinação da Covid-19

Por Renata Gomes / crédito da foto: Ana Rodrigues

 
A Secretaria de Saúde da Prefeitura de Taboão da Serra realizou na tarde desta quinta-feira, 21 de janeiro, um treinamento da Campanha Municipal de Vacinação contra a Covid-19. O encontro foi realizado no auditório da Secretaria de Educação com cerca de 30 servidores, organizados com distanciamento social adequado e que irão repassar o treinamento para os demais funcionários dos postos de saúde.  
 
De acordo com o Secretário de Saúde, Dr. José Alberto Tarifa, o encontro foi importante para apresentar a logística, procedimentos e tirar dúvidas dos profissionais. “Para vencer essa doença não será fácil, por isso marcamos esse treinamento para unir forças”, destacou.  
 
O coordenador da vigilância sanitária, Milton Parron foi responsável pelo treinamento. Trazendo explanações desde a história das pandemias no mundo, como a gripe espanhola, explicou as diretrizes que foram elaboradas no Plano Municipal de Imunização de Taboão da Serra. 
 
Segundo Parron, o objetivo da vacinação é a redução das fatalidades. “Os diretores, enfermeiros e técnicos de enfermagem receberam os informes tanto do Ministério da Saúde quanto da Secretaria Estadual de Saúde com todas as recomendações para que Taboão da Serra realize uma vacinação eficaz, efetiva e fundamentalmente segura”, destacou.  
 
Parron passou as orientações sobre os procedimentos das vacinas, as recomendações, os cuidados higiênicos e o uso do sistema de informação.  
 
A vacinação em Taboão da Serra contra a Covid-19 foi iniciada na quarta-feira, 20/01, na UPA Akira Tada. Os profissionais de saúde do setor público e privado do município serão os primeiros a receberem a vacina.

Vacinação contra a Covid-19 foi iniciada nesta quarta, 20, na UPA Akira Tada

Foi iniciada na manhã desta quarta-feira, 20/01, a vacinação contra a Covid-19 nos profissionais de saúde em Taboão da Serra. Dr. Davi Junior Pereira Silva, o médico mais antigo da unidade, responsável por cuidar de uma das alas com pacientes mais graves, chamada de Setor Vermelho, o chefe da enfermagem Lucas Santos Oliveira e a Técnica de Enfermagem Blandina Paula David dos Anjos, que está na unidade desde a inauguração, foram os primeiros a receberem a vacina na UPA.

 
Atuando desde o início da pandemia do Covid-19, os profissionais de saúde destacaram o sentimento de esperança. “Estamos há quase um ano na linha de frente do combate ao coronavírus e a sensação de ser vacinado é muito boa. Vamos vacinar nossa população e continuar lutando”, destacou o médico Dr. Davi. 
 
A técnica de enfermagem, Blandina Paula dos Anjos, funcionária da UPA desde a inauguração destacou sua emoção. “Passei por várias etapas aqui na UPA e essa com certeza foi a mais difícil. Para nós da enfermagem a vacina significa esperança. Obrigada por essa oportunidade”, agradeceu. 
 
O chefe da enfermagem, Lucas Santos Oliveira salientou que é uma grande honra para os que estão na linha de frente do combate ao vírus receber a vacinação e também agradeceu. 
 
O prefeito Aprígio afirmou que a prefeitura irá trabalhar para conseguir mais doses para a população. “Estamos empenhados para conseguir as vacinas e atender a todos o mais rápido possível. É uma nova esperança no mundo inteiro, ontem quando recebemos o primeiro lote foi emocionante ver médicos, enfermeiras, enfermeiros chorando, o sentimento foi de que chegou a felicidade que a nossa população precisa”. 
 
Foram recebidas na noite de terça, 19, pelo prefeito Aprígio e o secretário de Saúde, Dr. José Alberto Tarifa, 4.360 doses para imunização dos profissionais da rede pública e privada de saúde.
 
De acordo com Tarifa, Taboão da Serra tem cerca de 10 mil profissionais de saúde. Os servidores da rede pública serão vacinados no local de trabalho e os dos setores privados serão atendidos nas Unidades Básicas de Saúde, com logística que será definida até o fim da semana.  
 
O prefeito Aprígio acompanhou o secretário de Saúde, Dr. José Alberto Tarifa e os vereadores Anderson Nóbrega, Alex Bodinho e Enfermeiro Rodney na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Akira Tada. Texto 
 
Assessoria de Imprensa da Prefeitura e foto Ian de Freitas/ PMTS

Taboão vai contar com Serviço de Atendimento aos pacientes com Covid-19, afirma Tarifa

O secretário de Saúde de Taboão da Serra, José Alberto Tarifa afirmou, durante coletiva de imprensa na terça, 18, que a cidade vai contar em breve com um Serviço de Atendimento aos pacientes com coronavírus. 
 
Tarifa explicou que é um serviço menor ao de um Hospital de Campanha, porém que vai atender as necessidades de agora. "Vamos ter um local como referência para atendimentos de covid-19, com sintomas respiratórios. E as unidades básicas, vão ficar teoricamente livres dessa doença".
 
O secretário afirmou que já foi iniciado o processo de instalação desta unidade e muito em breve estará funcionando. A unidade funcionará na quadra do Eloi, na avenida Cid Nelson Jordano, 1404, jardim Salete.
 
Tarifa garantiu que não vai terminar ou interromper nenhum serviço de saúde para instalar essa unidade para tratar pacientes com coronavírus. "Um espaço alternativo e que a inauguração aconteça antes do dia 8, para que as pessoas possam ir com segurança as unidades de saúde", disse.
 
Ele salientou a importância de ter um serviço de referência. "Vocês (imprensa) imaginem que vamos vacinar os profissionais de Saúde nas Unidades Básicas de Saúde, se os pacientes forem com coronavírus para as unidades, vamos ter um cruzamento e uma contaminação. De repente a pessoa vai tomar vacina e sai contaminada", observou.

Foto reprodução 

Taboão recebe mais de 4 mil doses da vacina contra a Covid-19

A cidade de Taboão da Serra recebeu na noite desta terça-feira, dia 19 de janeiro, 4.360 mil doses da vacina Coronavac, entregues pelo governo do Estado de São Paulo. Profissionais da saúde serão os primeiros a se imunizarem, a partir de quarta, anunciou o secretário, José Alberto Tarifa. 
 
Vera Lúcia de Souza, de 60 anos, foi a primeira Taboanense a se vacinar. Ela trabalha como auxiliar de enfermagem e se dedica há 25 anos como servidora da rede municipal de saúde. “Foi um grande presente de Deus! Assim que fui informada que seria a primeira profissional da saúde que receberia a vacina, não contive a minha emoção. Tivemos muitas mortes e a vacina traz a esperança de que vamos conseguir salvar vidas”, disse.

 

A aplicação da vacina foi feita pela enfermeira Elisabete Gonçalves Furquim que também destacou a emoção de estar em suas mãos a esperança de poder salvar vidas.

O prefeito Aprígio comemorou a chegada das vacinas. “É um dia de muita felicidade. Taboão da Serra saiu na frente de muitas cidades. Entregamos nosso plano de vacinação muito cedo, bem completo e o Governo do Estado nos mandou as doses” e completou “a vacina que está chegando hoje vai salvar muitas vidas. Esse é um trabalho de prevenção que a gente fica muito feliz, pois a esperança chegou”, afirmou.

Taboão da Serra foi um dos primeiros municípios paulistas a receber as doses da Coronavac, além de ser a cidade da região do CONISUD que mais recebeu vacinas nesse primeiro momento. "Isso porque o Comitê de Enfrentamento à Covid-19 trabalha desde o período de transição para assegurar a imunização e a proteção dos moradores", afirma a Prefeitura. 

O Plano apresenta ações de logística, armazenamento, além dos esquemas de aplicação da vacina e estratégias que serão adotadas pelo município.

O secretário de Saúde José Alberto Tarifa reforça que as diretrizes estaduais serão seguidas. “Seguiremos o calendário de imunização estabelecido pelo Governo do Estado. Por isso, nessa primeira fase mais de quatro mil profissionais da saúde dos setores públicos e privados da cidade serão vacinados”, explicou.

Ele ainda ressaltou “não é tempo para a população ir ao posto de saúde em busca da vacina e nem é momento de relaxar com os cuidados. Em breve mais doses serão entregues e mais moradores serão vacinados”, completa.

Texto com informações Renata Gomes e Vera Sampaio e foto Ian de Freitas/ PMTS

Bases da GCM, no CSU e Marabá, seguem fechadas para reformas

As bases da Guarda Civil Municipal, localizadas no CSU, Parque Pinheiros e no Marabá foram fechadas para reformas, informou a secretaria de Segurança e Defesa Social de Taboão da Serra. 

 
De acordo com o secretário adjunto tenente Dacal, os guardas trabalhavam em situação insalubre nos locais. “As bases do CSU e do Marabá estão em total situação de ‘podridão’. Tinham baratas e os guardas não tinham condições de ficar lá dentro, sem ar condicionado em um sol de 40°C, além de terem que usar banheiro químico durante o turno”, explicou. 
 
Enquanto as bases aguardam reforma, os GCMs que trabalhavam em ambas foram escalados para fazer rondas com viaturas pela região. “Mesmo que as bases estejam inoperantes, o efetivo está todo na rua, trabalhando com garra e determinação para proteger nossa população taboanense”, declarou Dacal. 
 
Base Marabá  
 
A carreta do Marabá ficava instalada na rotatória entre as ruas Teófilo Otoni e Nae Minei, na divisa com o Campo Limpo. No início deste mês ela foi recolhida e está na Usina (Secretaria de Manutenção), onde passará por reforma antes de voltar para o local. 
 
Segundo Tenente Dacal a base do Marabá voltará impecável.  “A base do Marabá voltará totalmente zerada, nova. Ela estava em situação tão ruim que até o assoalho estava quebrado. Os guardas tinham que colocar madeira para não cair nos buracos. Estava bem abandonada”, disse. 
 
Base CSU 
 
A base móvel do CSU, que fica estacionada em frente à UBS Parque Pinheiros, está fechada temporariamente. As chuvas que atingiram a região no início do mês deixaram a unidade em condições precárias e os GCMs sem condições de atender a população. Ela também será recolhida para higienização e manutenção. 
 
Texto com informações Vera Sampaio e foto Ian Freitas / PMTS

Ruas do Parque Pinheiros ficam embaixo d'água e casas são inundadas

A tempestade que atingiu a cidade de Taboão da Serra deixou ruas debaixo d'água, além de casas invadidas pela enchente. 

 
O morador Carlos Raci, da rua Manoel Gonçalves, no Parque Pinheiros, que fica bem próximo ao Cemitério da Saudade, relatou ter perdido sua marcearia anos atrás e afirmou que as enchentes são constantes e perduram há anos.  
 
"Choveu ninguém dorme. Semana passada a Defesa Civil deu um colchões para os moradores. Junta lixo, entope e a água demora a escoar", relatou. 
 
Outros pontos de alagamentos, como na Rodovia Régis Bittencourt também foram registrados.

© 2015-2020 Click Regional - Todos os direitos reservados. Site desenvolvido por OSN

logo site