logo site

Taboão da Serra

Mínimas só chegam aos 7° e 9°C, sexta e no final de semana em Itapecerica e Taboão

A quinta-feira, dia 20 de agosto, começou fria e chuvosa. Se prepare, porque a sexta e o final de semana serão ainda mais frias e com chuva à qualquer hora. 

 
As informações do Climatempo dão conta que as mínimas não ultrapassam os 8° na sexta e 7° no final de semana em Itapecerica da Serra. As máximas variam entre 12 e 16°.
 
Em Taboão as mínimas só chegam aos 10° na sexta. No final de semana a mínima não ultrapassa os 9°. As máximas oscilam entre 13° e 17°.
 
Foto divulgação facebook São Paulo da Depressão 

Taboão e Itapecerica avançam para fase amarela e novos comércios podem reabrir

As cidades de Taboão e Itapecerica da Serra avançaram para a fase amarela na flexibilização da quarentena. Com isso começa a ser permitida a abertura com restrições de restaurantes, bares, salões de beleza e academias. 

O anúncio foi feito pelo governador do estado de São Paulo, João Dória. As cidades da fase amarela terão autonomia para para decidir a data da liberação, mas o governo acredita que os gestores municipais seguirão a recomendação do comitê de saúde estadual que orientou que a reabertura acontece a partir do dia 6. 
 
O prefeito de Itapecerica da Serra já havia decretado a reabertura dos salões e academias, mas o Ministério Público determinou o fechamento.  A cidade soma 59 mortes pelo novo coronavírus. Ao todo são dez óbitos em investigação. Confirmados 613 pessoas. Pessoas curadas são 513. 
 
Já Taboão contabiliza 134 mortes. Ao todo são 1.103 pessoas confirmadas com o novo coronavírus. Curados já são 563.

Jovem realiza pesquisa em Taboão e Itapecerica sobre o ensino publico a distância

O ensino a distância tem sido um grande desafio para os alunos e os professores durante esta quarentena devido ao novo coronavírus. Dados do projeto "Fronteiras Educacionais" apontam que alunos alcançados das cidades de Taboão da Serra, Itapecerica da Serra e Embu das Artes com a pesquisa mostraram que este tipo de ensino "é estressante, desgastante e cansativo", já os professores tem encontrado dificuldades "em conciliar as atividades profissionais com as de casa, mas estão se adaptando". 
 
O jovem Matheus Hengles, de 17 anos estudou ensino fundamental e médio na escola Salvador de Leone em Itapecerica e é dele a iniciativa de pesquisar sobre as adaptações, dificuldades e desafios do ensino a distância. Hengles também realiza palestras motivacionais sobre vivências educacionais, ensino no exterior, entre outros assuntos. 
 
A pesquisa demonstra que 90% dos alunos e professores entrevistados acreditam que "grupos com professores acostumados com aulas a distância iram ajudar no ensino". 80% deles apontam "que palestras educacionais seriam um instrumento benéfico para os estudantes". 
 
De acordo com o jovem a pesquisa "buscava coletar informações e sugestões que serão usadas para amenizar os efeitos negativos que o ensino a distância possui em algumas regiões", explicou.
 
Palestra 
 
50% do valor arrecadado será revertido para comprar cestas básicas para famílias carentes. As palestras serão online confira como adquirir ingresso e para formulário de inscrição. 
 
 
Link para o fórmulario (necessário preencher para participar): https://forms.gle/EA9EjEYXv6esmkaN9


Testes em massa são realizados em Taboão para detectar o coronavírus

Mais de 21 mil moradores da cidade de Taboão da Serra já foram testados para detectar o novo coronavírus. Ao todo 13.854 Testes do tipo PCR já foram aplicados desde o início da pandemia.
 
A testagem em massa, de acordo com a secretaria de Saúde, é  uma das estratégias adotadas afim de saber o número real de infectados. 
 
Pessoas que moram na mesma casa que alguém que já foi infectado com a COVID-19, por exemplo, são chamadas pelas Unidades Básicas de Saúde para participar da testagem em massa. Na última quarta-feira, 23, a ação ocorreu na EMEF Profª. Therezinha Volpato Baro. 
 
De acordo com a secretária de Saúde, Dra. Raquel Zaicaner, a testagem em massa tem como finalidade testar munícipes de várias regiões que tiveram contato com casos suspeitos ou confirmados de coronavírus. "Através dessas ações podemos fazer o melhor mapeamento da cidade, de forma a implementar mais ações”, disse.
 
O prefeito Fernando Fernandes acompanha de perto as testagens. Nestas ações ele conversa com moradores, tira dúvidas e orienta a população. 
 
“Felizmente, há 15 dias Taboão da Serra não registra nenhuma morte por coronavírus. Isto é muito bom, mas precisamos continuar conversando com os moradores para que mantenham as medidas de segurança e, assim, evitemos uma segunda onda de contaminação”, explica o prefeito. 
 
Além das ações de testagem em massa, a Prefeitura da cidade distribuiu máscaras de proteção facial, realizou lavagem e desinfecção de vias públicas, distribuiu kits de alimentação e de cestas básicas, entre outras.
 
Com informações Assessoria de Imprensa e foto Ricardo Vaz/ PMTS
 

Frio será registrado nesta quinta e sexta nas cidades de Taboão e Itapecerica

O sol até tenta aparecer nesta quinta, mas tende a esfriar mesmo assim nas cidades da região. É a chegada da frente fria que já trouxe chuva fraca isolada e vai derrubar a temperatura pelo menos até sexta. As informações são do Climatempo.

 
Em Itapecerica da Serra as máximas não ultrapassam os 20°C nesta quinta e na sexta. Sem praticamente nada de chuva. As mínimas variam entre 12 e 8°, respectivamente.
 
Na cidade de Taboão da Serra as máximas só chegam aos 20°, nesta quinta, e aos 21° na sexta. As mínimas caem para 12° e 10°, respectivamente. 
 
Final de semana
 
Na cidade de Itapecerica, sábado e domingo volta a esquentar as máximas variam entre 25° e 26°, as mínimas continuam baixas em 12° C.  
 
Em Taboão o sol volta a brilhar e esquenta, às  máximas variam entre 26° e 27°. Já a mínima 14° C.  A semana será assim com temperatura alta, sol e sem chuva.  
 
Foto: (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

"Minha casa é meu paraíso", diz moradora ao receber escritura em Taboão

Há 28 anos Maria Inês lutava arduamente pelo direito à propriedade. Ela, seu esposo e filho pequeno chegaram a dormir em uma barraca para não perder lugar. Foram muitas caminhadas e trabalho duro para conquistar a escritura de sua residência na noite de quinta, 24 de setembro, em cerimônia de entrega de 100 escrituras aos moradores do Sítio das Madres II, no Cemur.
 
"Uma conquista e alegria muito grande. A gente entrou lá, tinha um cômodo e um banheiro. Meu esposo abriu buraco de esgoto, água, fossa. Ali a gente construiu tudo. Ali eu não vendo nunca. É dos meus quatro filhos. A minha casa é meu paraíso, aqui na terra e depois do céu. Estou muito feliz", disse emocionada.
 
De acordo com o prefeito Fernando Fernandes a questão da moradia popular é de luta, porque essas famílias não conseguem pagar prestações de mercado. Então a moradia popular pra elas é um sonho que vem através da luta, que é muito demorada. 
 
"Depois desta conquista ainda vem a regularização, que acabou há 4 anos atrás com a Prefeitura fazendo a desapropriação da área que era da família Basili, que custou cerca de R$ 10 milhões. A partir daí começamos o processo de regularização oficial para poder transmitir um documento de propriedade para estas pessoas (a escritura). Esse é um momento muito importante e fico muito feliz", declarou.
 
O mandatário afirmou que até o final do ano cerca de cinco mil escrituras devem ser entregues. Nas últimas semanas várias cerimônias de entrega de escrituras estão sendo realizadas pela secretaria de Habitação com a participação de Fernandes. 

© 2015-2020 Click Regional - Todos os direitos reservados. Site desenvolvido por OSN

logo site