Cultura

Escola de Bailado passa a ser Escola de Cultura em Taboão; com cursos livres e formações

Texto com informações Ana Rodrigues e foto Ian de Freitas / PMTS

A Escola Municipal de Bailado passa a ser Escola de Cultura. A mudança da nomenclatura, segundo o secretário conhecido como Binho da Saúde, "é para dar a mesma visibilidade e prestígio recebidos antes pelo balé, para todas as outras formações e cursos livres".

De acordo com o secretário, a ideia é que as formações e cursos livres sejam em áreas diversas como Samba de Gafieira, Samba Rock, Jazz, Dança Contemporânea, Sertanejo, Forro, Bolero, Dança do Ventre, Tango, Hip Hop, Artes Visuais, Desenho e Música e agora a formação de Teatro.

"Estou muito feliz pelos cursos de formação de Teatro e curso livre de Música que passaram a fazer parte do currículo da Escola de Cultura. É apenas o começo da nossa gestão e nós queremos fazer muito pela cultura da cidade", comemorou.

Local:

Escola Municipal de Cultura

Endereço: Praça Nicola Vivilechio, 334 – Jardim Bom Tempo

Serviço:

Secretaria Municipal de Cultura

Endereço: Rua Levi de Souza e Silva, 33, Jardim Bom Tempo.

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: 4788-3888

Com construção da Escola de Artes e de Parque Temático, Taboão inicia revitalização do Parque das Hortênsias

O Parque das Hortênsias Armando Andrade é um dos principais cartões postais de Taboão da Serra e precisa ser preservado. Por isso, a Prefeitura de Taboão da Serra iniciou no mês de agosto obras para a revitalização do parque. No local está sendo construída a Escola de Artes e também será instalado um parque temático voltado à ecologia, ciência e educação no trânsito. Os prédios serão construídos de forma sustentável e toda área verde do será preservada.
 
A obra da Escola de Artes está em fase inicial e no local serão oferecidas oficinas diversas de dança, ballet, teatro, música, entre outras expressões artísticas. O prédio terá mais de 1.500m² e será dividido em dois blocos interligados por passarela, com três pavimentos cada. 
 
A edificação contará com salas de dança, sala multiuso, sala de áudio/vídeo, elevador e banheiros. Além disso, no térreo terá área livre para realização de apresentações com espectadores. Também serão criadas vagas para estacionamento e baia de acesso na Rua Paulina Ortega. A obra da Escola de Artes está orçada em R$3.544.089,46, dos quais R$3 mi foram recebidos através de emenda parlamentar da deputada estadual Analice Fernandes.
 
Além da Escola de Artes, no Parque das Hortênsias será construído um Parque Temático com duas Estações de Ciências, uma Estação de Trânsito, uma Estação de Ecologia, uma área administrativa, além de um novo Centro de Convivência e Cultura (CECO). A obra do Parque Temático custará aos cofres públicos R$2.467.142,63 e está em fase de assinatura de contrato.
 
A instalação do Parque Temático permitirá aos visitantes uma nova experiência e vivência de ecologia, sustentabilidade e educação no trânsito. A Estação de Ecologia será construída próxima ao lago, terá jardins sensoriais e a edificação valorizará a mata existente no parque. As duas Estações de Ciências contarão com o acervo dos animais do antigo zoológico, equipamentos para observações celestes, brincadeiras com elementos naturais, entre outros. Já na Estação de Trânsito serão realizadas ações de mobilidade urbana, voltadas à conscientização no trânsito e a locomoção na cidade. 
 
Fim do zoo
 
Em 2016, chegou ao fim o zoológico de Taboão da Serra. Após reuniões e acordo com associações de proteção animal, os bichos foram transferidos para santuários. Desde então até o início da pandemia do novo coronavírus, o parque estava aberto à visitação ao público oferecendo atividades físicas para a melhor idade, atividades de inclusão no CECO, brinquedos para diversão das crianças, aulas de dança e de yoga, além da feira TaboAfro.
 
Texto Vera Sampaio e foto Ricardo Vaz / PMTS

Fernandes afirma que recursos para mais de sete obras estão garantidos em caixa

Faltando três dias para o final do seu 4° mandato como prefeito, Fernando Fernandes convidou a imprensa, na segunda, dia 28 de dezembro, para visitar as sete obras importantes que estão em andamento na cidade de Taboão da Serra. A previsão de entrega dos equipamentos é para 2021. 

 
Saúde 
 
Em 2021 a cidade deve contar com duas novas Unidades Básicas de Saúde (UBS's) nos bairros Laguna e Trianon.
A previsão de entrega é no 2° semestre. 
 
No mesmo pavimento da UBS Trianon, mas com entrada independente, irá funcionar o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS). 
 
No bairro Guaciara, está sendo construído um novo e próprio Centro de Reabilitação (SER), que deve ser entregue em setembro do ano que vem.  
 
Com entradas independentes e novos espaços o bairro vai receber um Centro Odontológico e um Centro de Atenção Psicossocial (CAP's infantil). 
 
Há ainda obras em andamento no Complexo da Mulher, no Parque Pinheiros que vai unir a Coordenadoria de Direitos da Mulher, a Delegacia de Defesa da Mulher e o Conselho Tutelar, facilitando, por exemplo, as denúncias.  
 
Além da ampliação do Centro de Especialidades que vai ganhar oito novos consultórios e do Centro de Referência da Mulher, que vai contar com o 2° pavimento e quinze novas salas. 
 
Cultura, Esporte e Lazer 
 
O Parque das Hortênsias vai contar com a Escola de Artes e três estações temáticas de ciências, trânsito e educação ambiental, além de passar por melhorias. 
 
O campo do Botafogo está prestes a ganhar um gramado sintético e alambrado. O espaço também vai contar com vestiário e local para a implantação de academia ao ar livre. 
 
O prefeito afirmou que "não há desculpas para não realizar as obras, porque os recursos estão garantidos em caixa (fruto de empréstimo junto a Caixa Econômica Federal). Todos os serviços contam com a previsão orçamentária para seus funcionamentos".
 
 "Fico tranquilo, porque eu fiz o máximo que podia ter sido feito. Posso ter errado em alguma coisa. Mas fui atrás de recursos, ajuda, parcerias. Sempre busquei fazer um governo desenvolvimentista, com geração de oportunidades, emprego, renda. Porque eu não acredito em social sem desenvolvimento", disse.

Venda de livro sobre o papel real de avó ajuda no tratamento de câncer; conheça

O livro “#partiucasadavó - O vaso do Marajó e outras histórias da vovó”, foi escrito por Rafaela Puopolo que após criar tantos personagens como atriz, vivencia um dos papéis mais especiais de sua vida: o de ser avó fora dos palcos. Rafaela se diverte com a curiosidade e as traquinagens dos netos Gael e Cecília, que a remetem às viagens e histórias do passado. A venda do livro ajuda no tratamento do Câncer das Crianças e Adolescentes do “Centro Infantil Boldrini”. 

 
Neste universo mágico e ingênuo, trafegam detalhes encantadores e inesquecíveis. É uma publicação infantil que atende a adultos também, pois alerta a importância da convivência das crianças com os avós, numa época em que há quase que uma necessidade de afastar o excesso de tecnologia dos lares.
 
 O hábito de contar histórias estimula a criança a observar e entender detalhes que são importantes para sua formação. E, também, propicia o vivenciar de experiências que serão eternizadas. 
 
A autora consegue cativar seus netos, promover o aprendizado e mantê-los atentos a tudo. E, de maneira carinhosa, apresenta os objetos de sua casa sempre com um relato especial. 
 
Provavelmente ela não vai parar nesta edição. Beatriz, a neta caçula, já é incentivo à uma nova aventura.  
 
Sobre a autora - Rafaela Puopolo, também conhecida como Lella no meio profissional, é formada em Pedagogia pela PUC-SP. 
 
Foi professora e orientadora por mais de 15 anos. Formou-se em Artes Cênicas pela Escola de Arte Dramática da Universidade de São Paulo (EAD/USP).  Atriz profissional desde 1976, atua em Teatro, Cinema e em publicidade. 
 
Como locutora sua voz é encontrada na Rádio, TV, Internet e outras mídias.  É uma das fundadoras do Clube da Voz – onde estão reunidos profissionais de voz com grande experiência no mercado publicitário. 
 
Entre os trabalhos teatrais, dirigidos às crianças, está o espetáculo “Tribobó City”, de Maria Clara Machado, onde além de atriz, atuou como assistente de direção e de coreografia.  
 
Como voluntária em um Abrigo Infantil, dedicou-se a explorar o universo das fábulas através da dramatização e, também, como contadora de histórias para a infância e adolescência.  
 
O último trabalho neste segmento foi “A Rainha Entediada” de Renata Sunega, no Centro Cultural dos Correios. Agora ela estreia como escritora, seu novo papel. 
 
Ficha técnica:   #partiucasadavó – O vaso do Marajó e outras histórias da vovó  
 
1ª edição - 40 páginas  
 
Editora: Grafbello/PR    ISBN: 978-65-00-06707-1 Formato: 0,23m x 0,23m   
 
Designer Gráfico: André de Melo Almeida
 
Ilustradora: Maira MacLou   
 
Valor: R$ 30,00 – com frete incluso para todo o Brasil
 
Facebook:   https:www.facebook.com/livropartiucasadavo/   Instagram: https://instagram.com/livropartiucasadavo  E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.;  
 
Texto Márcia Kovacs e foto divulgação 

Taboão segue com série de novas obras e ampliações na Saúde, Educação, Esportes e Cultura

Apesar de faltar apenas três meses para o final do mandato de Fernando Fernandes à frente da Prefeitura, a cidade de Taboão da Serra conta com uma série de obras em andamento. Na última quinta, 22 de outubro, o prefeito levou a imprensa regional para conhecer estas obras. 
 
Dentre as obras estão duas novas Unidades Básicas de Saúde uma no Laguna e outra no Trianon, que também vai receber um Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) com entrada independente. Obras previstas para serem entregues no 2° semestre de 2021.
 
No Clementino foi construída a primeira escola municipal em período integral, espaçosa e com capacidade para atender por volta de trezentos alunos. Um novo Serviço Especializado de Reabilitação (SER) e Centro Odontológico, além do CAPS infantil no jardim Guaciara. Há ainda obras em andamento no Complexo da Mulher, no Parque Pinheiros que vai unir a Coordenadoria de Direitos da Mulher, a Delegacia de Defesa da Mulher e o Conselho Tutelar, facilitando, por exemplo, as denúncias. 
 
O Parque das Hortênsias vai contar com a escola de Artes e três estações temáticas de ciências, trânsito e educação ambiental, além de passar por melhorias. Dois novos espaços com grama sintética no campo do Botafogo e no jardim Record. 
 
Além da ampliação do Centro de Especialidades que vai ganhar oito novos consultórios, da UBS Margaridas que vai contar com dez novos consultórios, um deles odontológico e quinze novas salas no Centro de Referência da Mulher, que vai contar com o 2° pavimento. A escola municipal Horácio está recebendo duas novas salas, reforma dos banheiros e uma quadra coberta.
 
"Terminar um governo com tantas obras como o nosso era o que sempre deveria acontecer. O último ano é do governo e se tem oportunidades, vamos fazer. Estas obras tem dinheiro em caixa, com recurso garantido (fruto de empréstimo junto a Caixa Econômica Federal), seja quem for o próximo prefeito". "Essas obras em andamento são muito importantes. Fico muito feliz em poder realizá-las, esse é meu legado", afirma. 

Salões, restaurantes e academias podem reabrir com regras a partir desta segunda, dia 6

Após mais de três meses com as atividades suspensas, devido ao novo coronavírus, os atendimentos presenciais em salões de beleza e barbearias, bares, restaurantes e academias nas cidades de Taboão e Itapecerica da Serra são autorizados com uma série de regras a partir desta segunda-feira, dia 6 de julho.

O anúncio feito pelo governador João Dória, na sexta dia 3, mudou a classificação das cidades no Plano São Paulo de laranja para amarela, o que possibilita uma flexibilização maior na quarentena. Com isso, se as cidades permanecerem por 28 dias na fase amarela podem reabrir os cinemas e atividades culturais como bibliotecas e centros culturais.

Entre as principais regras está o uso de máscaras e capacidade de atendimento limitada: 40% para bares, restaurantes e salões de beleza, além do cinema. Academia a capacidade é de 30%. 

Os bares, restaurantes para que o consumo seja no local precisa funcionar pelo período de 6h diárias. Os salões de beleza também podem funcionar por 6h, assim como as academias.

Nas academias não é mais permitido a realização de atividades em grupo e nem da utilização dos vestiários. Os clientes precisam fazer agendamento antes de irem praticar exercícios. 

As atividades culturais como cinemas, bibliotecas, centros culturais, por exemplo, só podem funcionar por seis horas diárias. Os assentos precisam ser separados. A venda dos ingressos precisa ser feita online, com horários e assentos marcados. Fica proíbido o consumo de bebidas e alimentos nos ambientes fechados como cinemas, garantindo assim que todos estejam de máscaras. 

Foto crédito: Ronny Santos/Folhapress

© 2015-2020 Click Regional - Todos os direitos reservados. Site desenvolvido por OSN

logo site