Taboão da Serra

Gestão Aprígio herda mais de R$ 348 milhões de dívida da administração passada

A nova administração da Prefeitura de Taboão da Serra afirma que herdou uma dívida de mais de R$ 348 milhões da gestão anterior. 

O secretário da Fazenda de Taboão da Serra, Antonio Rodrigues, destacou que fez um ‘pente-fino’ e foram identificados diversos fornecedores com contas em aberto por serviços prestados em 2020 e também do exercício de 2019. 

De acordo com o secretário, entre os débitos estão precatórios, parcelamentos da TaboãoPrev, Operações de Crédito, mais de R$ 227 mil de restos a pagar de 2019 e mais de R$ 43 milhões de restos a pagar de 2020. A Sabesp afirma que a gestão anterior deixou uma dívida de mais de R$ 138 milhões junto à concessionária. 

A nova administração fez uma lista com os maiores credores deixados pela gestão anterior, são elas: TaboãoPrev – R$ 7.248.931,46; Cavo Serviços e Saneamento S/A: R$ 5.660.518,98; Planeta Educação, Gráfica e Editora: R$ 2.613.079,28; Essencis Soluções Ambientais S/A: R$ 2.417.378,87; Cobrasin Brasil de Sinal. e Construção LTDA. R$ 2.062.032,33; FVB Locadora de Veículos e Serviços Ltda- Me: R$ 1.883.429,29; GV Group Produtos Esportivos S.A: R$ 1.338.832,57; Eletropaulo Metropolitana Eletric de SP S/A: R$ 1.138.432,36; Arc Com. Construção e Adm. de Serviços LTDA: R$ 883.333,32; Silcon Ambiental Ltda: 800.000,00. 

O prefeito Aprígio afirmou que a dívida demonstra o desequilíbrio da gestão passada e destaca o desafio que terá para colocar as contas da Prefeitura em ordem. “Recuperar a saúde financeira de Taboão da Serra vai exigir um grande esforço, o que temos feito desde o primeiro dia desta gestão. Vamos equacionar essas contas e trazer as finanças de volta aos eixos”, disse o prefeito. 

Aprígio destacou que o levantamento financeiro precisou ser todo feito a partir do primeiro dia útil de 2021 em 04 de janeiro, já que durante a transição nenhuma informação financeira foi repassada à equipe atual.

O Click Regional tentou obter respostas da gestão anterior mas não obteve sucesso.

Texto Renata Gomes e foto Petterson Costa / PMTS

© 2015-2021 Click Regional - Todos os direitos reservados. Site desenvolvido por OSN

logo site