logo site

Taboão da Serra

Blitz da Saudade reúne alunos e professores para um abraço seguro

Há cerca de sete meses escolas de todo o país estão sem receber alunos e professores para aulas presenciais. A pandemia do novo coronavírus fez com que, do dia para a noite, todos tivessem que se adaptar à nova realidade de atividades remotas, distanciamento social e, além de tudo, saudade. Pensando em aproximar fisicamente os alunos dos professores, a EMEB Darcy Ribeiro, escola de Taboão da Serra, realizou nos dias 8 e 9 de outubro a Blitz da Saudade. 

 
O encontro teve como objetivo celebrar o Dia das Crianças e unir alunos e professores para um abraço seguro. “Idealizamos essa blitz para que os pais e os alunos pudessem vir aqui e matar a saudade. Como estamos próximo da Semana da Criança, resolvemos fazer essa ação para promover um abraço seguro através de um plástico”, explica a diretora Luciana Rosa Silva. 
 
Para o reencontro, a escola do Jardim São Judas adotou medidas sanitárias de segurança. Antes da ação toda a escola foi higienizada e agendado um horário para cada turma. Durante a visita era obrigatório o uso de máscara de proteção facial e manter o distanciamento. Na entrada, pais e alunos higienizaram as mãos com álcool em gel. 
 
Já na hora do abraço, os alunos ficavam em cima de tapetes sanitizantes e o plástico era higienizado após cada reencontro. Jully Santos, mãe do pequeno Arthur, se emocionou com a Blitz da Saudade e relatou alguns dos desafios da pandemia. 
 
“Foi uma ruptura muito grande para ele (Arthur). Veio de outra escola, quando já estava se acostumando com o ambiente daqui e com a professora nova, ficou 15 dias sem aula. Os 15 dias se tornaram seis meses e a gente não sabe até quando”, desabafou.
 
 “A escola faz muita falta na socialização, no convívio com outras crianças, no aprendizado e, principalmente, porque por mais que a gente tente passar um conteúdo em casa, não é a mesma coisa, não temos a didática das professoras. Às vezes eles perdem a paciência e nós também. Entendo que é difícil pra eles, pois o estar em casa é um período de férias que nunca termina”, afirmou Jully. Já Renata de Jesus Lopes, mãe das alunas Valentina e Vitória, ressaltou o papel da escola e elogiou a Blitz da Saudade. “A escola é tudo. Tem mães que acham que a escola é só um depósito de criança e não é. A escola é a parte da educação, do aprendizado e da família. Sou mãe e não consigo dar conta de duas dentro de casa. Imagine a escola, com centenas de crianças. Neste ponto as mães têm que parar agora e refletir o que está acontecendo, o período que estamos vivemos”, afirmou. 
 
“Achei esse momento, lindo, maravilhoso, ótimo e emocionante, porque vemos o quanto se lembram das crianças. Estão de parabéns”, finalizou Renata. Após o abraço aconchegante, cada um dos quase 800 alunos recebeu um kit com uma carta para encher o coração de esperança e guloseimas para deixar o Dia das Crianças mais doce. 
 
A compra dos kits foi realizada através da arrecadação feita entre os professores e pelo trio gestor, formado pela diretora Luciana Rosa, o vice-diretor Joelio de Menezes Conceição e pela coordenadora pedagógica Priscila Santos Silva Oliveira.
 
 A supervisora de ensino Elisângela Ximenes acompanhou a ação representando a secretária interina de Educação, Cecília Novello. 
 
Texto e foto Vera Sampaio / PMTS

© 2015-2020 Click Regional - Todos os direitos reservados. Site desenvolvido por OSN

logo site