logo site

Taboão da Serra

"Minha casa é meu paraíso", diz moradora ao receber escritura em Taboão

Há 28 anos Maria Inês lutava arduamente pelo direito à propriedade. Ela, seu esposo e filho pequeno chegaram a dormir em uma barraca para não perder lugar. Foram muitas caminhadas e trabalho duro para conquistar a escritura de sua residência na noite de quinta, 24 de setembro, em cerimônia de entrega de 100 escrituras aos moradores do Sítio das Madres II, no Cemur.
 
"Uma conquista e alegria muito grande. A gente entrou lá, tinha um cômodo e um banheiro. Meu esposo abriu buraco de esgoto, água, fossa. Ali a gente construiu tudo. Ali eu não vendo nunca. É dos meus quatro filhos. A minha casa é meu paraíso, aqui na terra e depois do céu. Estou muito feliz", disse emocionada.
 
De acordo com o prefeito Fernando Fernandes a questão da moradia popular é de luta, porque essas famílias não conseguem pagar prestações de mercado. Então a moradia popular pra elas é um sonho que vem através da luta, que é muito demorada. 
 
"Depois desta conquista ainda vem a regularização, que acabou há 4 anos atrás com a Prefeitura fazendo a desapropriação da área que era da família Basili, que custou cerca de R$ 10 milhões. A partir daí começamos o processo de regularização oficial para poder transmitir um documento de propriedade para estas pessoas (a escritura). Esse é um momento muito importante e fico muito feliz", declarou.
 
O mandatário afirmou que até o final do ano cerca de cinco mil escrituras devem ser entregues. Nas últimas semanas várias cerimônias de entrega de escrituras estão sendo realizadas pela secretaria de Habitação com a participação de Fernandes. 

© 2015-2020 Click Regional - Todos os direitos reservados. Site desenvolvido por OSN

logo site